Rabiscos do Silêncio: Feira Portelense do Livro

 

Tudo o que se coloca para difundir a ideia central de algum acontecimento, que marca o envolvimento de pessoas nas determinadas logicas da vida e procura abastecer a fonte do saber como uma oferenda de troca de experiências e valorização de cada detalhe que vibra, dentro do sentimento, no objetivo de fermentar conhecimentos com letras que são jogadas na forma de sementes, se transforma em árvores de esperança no solo da cultura das pessoas. Depois vai crescendo com frutos saborosos para uma sociedade que forma cidadãos responsáveis dentro do espírito comunitário.

Neste sentido, foi realizada a XXI Feira Portelense do Livro (FEPORLI), nas dependências da Escola Estadual de Ensino Médio Sepé Tiaraju, no dia 10 de agosto, em comemoração aos 62 anos de aniversário do município de Tenente Portela. Sua abertura oficial aconteceu na noite do dia 09, no Centro Cultural Aurélio Porto.

Uma feira dessa magnitude merece ser enaltecida, exaltada e interpretada como algo surpreendente, pois a cada nova edição oferece novidades e isso vai desde a organização até a abrangência, sempre na ordem crescente alcançando  pessoas de outras cidades. Assim está se tornando uma grande referência regional, em que se alinha o trabalho dos organizadores com suas preocupações no sentido de fazer uma ótima integração entre os visitantes.

E no vai e vem das pessoas que se integravam, era perceptível o contentamento de todos numa grande motivação espontânea, principalmente das crianças que gostam de novidades como a feira proporcionou. Uma motivação livre, que garantiu mais um grande sucesso com merecimento pelo esforço dos organizadores que souberam trabalhar com grande empenho e objetivos voltados para um ambiente acolhedor.

Quando existe a manifestação da união de pessoas em torno de algo que venha para fortalecer os laços culturais, tudo se completa com alegria, a qual se capta no semblante feliz dos presentes, a sua maneira. As coisas acontecem de maneira singular ao plural com tudo o que significa presença marcante. E esses eventos servem para despertar novos valores que se encontram alojados no interior das pessoas e que precisam de alguém que saiba trabalhar a vocação ou o jeito pelo qual a pessoa se insere como divulgador de ideias. Prova disso está nas peças teatrais  e nas diversas oficinas e exposições que a feira proporcionou.

Mas também se deve ressaltar a presença dos meios de comunicação que fizeram a sua parte, através da imprensa falada e escrita, valorizando ainda mais este evento.  Para difundir as ideias se faz necessária essa colaboração na disponibilidade da transmissão independente e que ajuda na inovação de todos os acontecimentos que se sucedem em nossa região, trazendo uma grande contribuição no esforço das pessoas. Mostrando a legalidade dos fatos numa interpretação segura, legível e legitima na plenitude da verdade.

Parabéns aos organizadores, professores, estudantes, expositores, autoridades e a todos os que ofereceram os seus dons através de palestras, peças teatrais ou pela inclusão da troca de experiências nas diversas modalidades disponíveis na divisão de tarefas.  Todas as pessoas que comungaram desses momentos num envolvimento saudável, saíram felizes por terem contribuído com a beleza do evento.

Muito gratificante ver essa união de todos em torno do objetivo maior que foi o de proporcionar um ambiente favorável, para a uma realidade que permanece gravada na mente das pessoas como algo positivo e que trará grandes benefícios para o ensino e aprendizagem no incentivo à leitura de bons livros e que trazem o prazer do resgate  do hábito de adquirir conhecimentos,  num contínuo aprender e ensinar por uma intelectualidade segura na exigência de serem cidadãos que fazem as escolhas corretas na vida.

São momentos únicos que a cada ano se renovam de maneira diversa, com novas ideias, mas precisa da força do incentivo constante pelo esforço necessário que é organizar um evento desse porte. E esse esforço não é em vão porque mexe com o bem estar coletivo e com a integralidade das pessoas numa conjuntura de valores, valorizações e motivação. Foi muito legal poder presenciar o contentamento de todos os que passaram pela feira e que justificaram na alegria de estarem inseridos no saber trazer, levar e trocar experiências de vida com convivência entre todos que lá estiveram.

Artigos relacionados

Fechar
%d blogueiros gostam disto: