Clique aqui para acessar

Rabiscos do Silêncio – Os equívocos de nossos pensamentos

 

O pensamento é a formulação de tudo o que sentimos, imaginamos, experimentamos ou vemos através da consciência que gera uma vibração espontânea nas ações que desempenhamos em nossas ocupações  cotidianas. Essas ações podem ser positivas ou negativas dependendo muito do ambiente de convivência particular em que estamos submetidos.

Mas para que o nosso pensamento produza os efeitos bons e positivos é necessário não deixar que as emoções negativas tomem conta de nossa consciência e assumam  fontes dos nossos desejos como  mentiras, calúnias, violência e enganos. Acontece assim a neutralidade ou a substituição das emoções positivas que estavam em nossa vida, que eram ligadas à verdade, à paz, à motivação e à fé. E assim lutaremos e nos esforçaremos para sustentar os desejos que nos distanciam cada vez mais do compromisso com a fidelidade, amor e prudência, pois escolhemos o caminho mais retrogrado.

Essa é a realidade que estamos presenciando em nossa sociedade, pois tanto faz como fez mentir, roubar, enganar, matar, desfazer ou explorar. A começar lá de cima da capital do nosso querido Brasil (Brasília), onde a corrupção anda de mãos dadas com a mentira e conseguiu penetrar a consciência dos senadores, deputados fazendo grandes estragos no potencial de quem pensa diferente e anulando a confiança das pessoas na dignidade da autonomia dos cidadãos de bem.

E pensar a realidade é saber envolver-se com a verdade sendo protagonistas de um mundo mais inclusivo não somente na dimensão política, mas em todos os setores da sociedade, em que se exige maior respeito com a pessoa humana. Existe certa paralisia em nossos sentimentos bons e positivos. Estamos vivendo a falta de uma autonomia terrena em que se menosprezam os valores cristãos, morais e éticos. E estes são  veículos de emoções que geram pensamentos positivos de respeito, integralidade e honestidade.

Neste sentido todas as coisas são dotadas de fundamentos próprios: verdade, bondade, leis e ordem. Isto se percebe em tudo o que organiza nossos pensamentos de maneira muito abrangente que está ligado ao amor, perdão e sinceridade. Não deixando que o julgamento errôneo que temos das pessoas tome conta do nosso sentimento. Contaminando os ambientes familiares elevando o perigo de gerar desânimo e tristezas entre seus membros familiares.

E porque não alimentar a consciência com pensamentos úteis que facilitem a entrada de vibrações positivas no coração das pessoas? Mentira, ignorância, arrogância e indiferença geram pensamentos pesados e vibrações negativas na sociedade e quebra-se o bem coletivo que existe na imanência de cada ser humano. Mas essas vibrações negativas são fruto de tudo o que coletam nossos olhos e ouvidos pela infusão do descompasso da moral, da justiça e do amor social.

Quando se respeitam os valores que existem nas pessoas, se convive melhor no trabalho, na família e na sociedade, pois os nossos pensamentos positivos nos acompanharão onde estivermos. Porém é necessário abrir-se ao outro com amor, sinceridade e desapego e não abafar os seus anseios, as suas decepções e as inquietudes com uma presença de julgamentos contraditórios ao seu sofrimento.

A coisa mais eficaz que faz com que nossos pensamentos tenham a dimensão de uma convivência tranquila é saber trabalhar com idealismo em um movimento dialético que nos aproxima das pessoas com afirmação, negação e síntese da coletividade. E o ser humano não se realiza fechando-se em seu egoísmo. Mas pela abertura que faça a diferença no tecido social que respeita a individualidade e a coletividade de cada pessoa em todos os aspectos: econômicos, políticos e culturais da convivência humana. Sendo atuantes na responsabilidade da vida que se propaga em cada indivíduo como ser integrante no envolvimento nos seus verdadeiros sentidos.

Artigos relacionados

Fechar
%d blogueiros gostam disto: