Clique aqui para acessar

De volta aos cofres públicos – Operação Lava-Jato recupera quase R$ 1 bilhão em 10 dias

 

Acordos feitos pelo Ministério Público Federal (MPF), no âmbito de Operação Lava-Jato, permitiram que fosse recuperado, nos últimos dez dias, um montante expressivo de dinheiro desviado dos cofres públicos. De 26 de junho até o dia 6 de julho, empresas que se envolveram irregularidades na Petrobras depositaram ao todo R$ 903,9 milhões.

Segundo o jornal O Estado de S. Paulo, os valores foram pagos por Braskem, Andrade Gutierrez e também pelo empreiteiro Marcelo Odebrecht, ex-presidente da construtora Odebrecht.

De acordo com o MPF, os depósitos fazem parte das obrigações firmadas com esses colaboradores nos acordos de delação premiada ou de leniência, no caso das empresas.

A Braskem, por exemplo, se comprometeu a devolver R$ 3,1 bilhões. Na quinta-feira (6), a empresa depositou a primeira parcela, de R$ 736 milhões – o restante vai ser pago ao longo dos próximos seis anos.

Fechar
%d blogueiros gostam disto: