Clique aqui para acessar

3.500 eleitores de Tenente Portela não realizaram ainda o cadastramento biométrico

 

Urna biométrica utiliza a impressão digital para confirmar a identidade do eleitor / Foto: Sandro Medeiros – Portela Online

Aproximadamente 3.500 eleitores (de um total de 10.683) ainda não realizaram o cadastramento biométrico em Tenente Portela e restam apenas 41 dias úteis para o término do prazo. Mesmo tendo esse prazo, a  preocupação está na capacidade de atendimento por parte do Cartório Eleitoral que consegue atender em torno de 100 eleitores por dia.

Os eleitores que não realizarem o procedimento terão os títulos eleitorais cancelados, mas não apenas isso, eles sofrerão uma série de sanções decorrentes disso, ficando sujeitos, inclusive, à SUSPENSÃO DO CPF.

Isso ocorre pelo motivo da Receita Federal do Brasil realizar, periodicamente, rotinas voltadas à gestão do CPF, através de batimentos com os dados do Cadastro Eleitoral. Desta forma, o CPF será suspenso quando a inscrição eleitoral estiver cancelada ou com inconsistência dos dados cadastrais.

A única exceção se dá com os eleitores maiores de setenta anos que não fizerem a biometria, já que NÃO terão o CPF cancelado. Neste caso, mesmo com a inscrição eleitoral cancelada, é mantida a situação regular do CPF.

Além disso, a suspensão do CPF poderá acarretar o BLOQUEIO DAS CONTAS BANCÁRIAS do eleitor.

Entre outras sanções, o eleitor com o título eleitoral cancelado ficará impedido também de votar, inscrever-se em concurso público e tirar passaporte e identidade. Além disso, não poderá obter empréstimos em qualquer estabelecimento de crédito mantido pelo governo, ou de cuja administração este participe.

O eleitor não poderá ainda receber O SALÁRIO de função ou emprego público e renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo.

O horário de atendimento da Justiça Eleitoral em Tenente Portela, será das 10 as 17 horas, sem fechar ao meio dia.

Ao comparecer ao Cartório, o eleitor deverá levar um documento de identificação, o título eleitoral e um comprovante de residência no município (talões de água, luz, telefone, internet, comprovantes do banco, correspondências, bloco de produtor ou nota fiscal com endereço). Os comprovantes deverão estar no nome do próprio eleitor ou da esposa, pai ou filho.

Fechar
%d blogueiros gostam disto: