FAMURS revela prejuízos de mais de R$ 339 milhões no estado

 

Foto: Divulgação FamuRS

Aumentaram os prejuízos provocados por chuvas e vendavais registrados no Rio Grande do Sul nos últimos dias. Uma nova pesquisa da Famurs revela que as prefeituras gaúchas estimam perdas de R$ 339 milhões com os estragos. O montante é quase o triplo do valor verificado no estudo anterior, divulgado no domingo passado, 4 de junho. Na ocasião, levantamento da Famurs indicava perdas de R$ 117 milhões em função das intempéries.

Entre as cidades mais afetadas estão Chiapetta, Cândido Godói e Santana da Boa Vista. Segundo a administração desses municípios, os danos foram de R$ 20 milhões, R$ 17 milhões e R$ 10 milhões, respectivamente. Também contabilizam prejuízos milionários acima R$ 5 milhões Santo Ângelo, Derrubadas, Garruchos, Maquiné, Entre-Ijuís, São Sebastião do Caí e Júlio de Castilhos.

Os prejuízos em Tenente Portela podem superar os R$ 2,5 milhões segundo informou a Coordenadora da Defesa Civil do município, Luisa Silva Barth. Reveja a entrevista.

Conforme o levantamento, das 408 prefeituras que preencheram o questionário, 348 alegam prejuízos com a chuva. Desse total, 151 informam já ter declarado situação de emergência. Outras 94 cidades admitem a possibilidade de decretar nos próximos dias. A nova pesquisa da Famurs foi realizada no dia 9 de junho, por meio de contato telefônico.

Dados da pesquisa

Municípios pesquisados: 497

Municípios que responderam a pesquisa: 408

Municípios que admitem ter sofrido prejuízos com a chuva: 348

Municípios que informaram já ter declarado situação de emergência: 151

Municípios em que há possibilidade de declarar situação de emergência: 94

Valor total estimado pelas prefeituras para recuperação de infraestrutura: R$ 339.200.675,15

Média da estimativa de valor (R$) para recuperação de infraestrutura: R$ 511.081,64

SEM COMENTÁRIO

Deixe uma resposta