Clique aqui para acessar

Polícia desarticula no RS quadrilha que roubava até 10 carros por dia

 

A Operação Macchina Nostra, deflagrada pela Polícia Civil nesta sexta-feira, 31 de março, em Porto Alegre e em outras cidades do Rio Grande do Sul, terminou com a prisão de 24 pessoas suspeitas de integrarem uma quadrilha especializada em roubo de veículos e lavagem de dinheiro. Eles chegavam a roubar 10 veículos por dia, para depois serem vendidos em nove estados brasileiros.

O homem que segundo a polícia seria o líder do grupo foi preso em um apartamento de luxo avaliado em R$ 1,5 milhão, localizado em um condomínio de luxo em Viamão, na região Metropolitana. Sete suspeitos estão foragidos.

Segundo informações repassadas pelo Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) em entrevista coletiva, a quadrilha, que estabelecia metas de roubos de veículo, às vezes subtraía três carros após receber um pedido. Tendo conhecimento de que 60% dos carros roubados eram recuperados, os criminosos roubavam vários modelos iguais. Em poucas horas, o carro roubado era adulterado para então ser vendido por valores que variavam de acordo com o modelo.

Conforme as investigações, a quadrilha teria movimentado cerca de R$ 6 milhões desde outubro de 2015 e teria sido responsável pelo roubo de 1,5 mil veículos na Capital e na região Metropolitana. A investigação durou cerca de um ano e identificou 29 integrantes do grupo criminoso e coletou robustas provas de sua diferenciada estruturação e operacionalidade, com atuação em 10 estados do País.

 

Artigos relacionados

Fechar
%d blogueiros gostam disto: