Clique aqui para acessar

Operação de combate ao tráfico de drogas no Noroeste do RS termina com 16 presos

 

Maioria das prisões ocorreram em municípios do Noroeste gaúcho / Foto: Reprodução site oficial da Polícia Civil do RS

Uma operação para combater o tráfico de drogas no Noroeste do Rio Grande do Sul foi deflagrada pela Polícia Civil na manhã desta quinta-feira, 16 de março. Durante a operação Noite Branca, que foi realizada em 12 municípios, foram presas 16 pessoas, entre elas um vereador de Bom Progresso.

Operação contou com a participação de mais de 200 policiais civis / Foto: Reprodução site oficial da Polícia Civil do RS

Mais de 200 policiais civis, com o apoio de 50 viaturas e um helicóptero, cumpriram 72 mandados judiciais, sendo 17 prisões preventivas, duas prisões temporárias e 48 mandados de busca e apreensão, além de 5 mandados de apreensão e sequestro de veículos. As ações ocorrem nos municípios gaúchos de Miraguaí, Três Passos, Bom Progresso, Crissiumal, Sede Nova, Três de Maio, Horizontina, Santa Rosa, Porto Lucena, Novo Hamburgo e Estância Velha, além da cidade catarinense de São José.

Segundo o Delegado de Polícia Vilmar Schaefer, as investigações duraram cerca de um ano e meio, período em que foram presos em flagrante 8 traficantes e apreendidas drogas como cocaína, maconha, LSD e ecstasy, dinheiro, balanças de precisão e farto material utilizado na mercancia de drogas.

Conforme a autoridade policial, “nove inquéritos policiais foram instaurados para apurar o tráfico de drogas na região. Identificamos uma complexa e bem estruturada organização criminosa, formada em grande parte por um clã familiar, que, de Novo Hamburgo, fazia aquisição habitual e sistemática de cocaína para revenda para traficantes”.

De acordo com a investigação, os locais de tráfico eram situados em Santa Rosa e grande região, incluindo Horizontina e a região de Três Passos. Também era abastecido um traficante que, do interior do Presídio Estadual de Santa Rosa, fazia vendas a partir do gerenciamento dos traficantes do grupo. Em outra linha, as investigações neutralizaram ações de traficantes de Santa Rosa que adquiriam drogas na região de Florianópolis.

“De acordo com os elementos de provas colhidos, os indícios apontam que o volume de drogas comercializadas pela rede de traficantes investigada alcançava a soma aproximada de R$ 250 mil ao mês”, completa o delegado.

 

Fechar
%d blogueiros gostam disto: