Delegado suspeito de envolvimento com quadrilhas é preso em operação no RS

 

Um delegado e um comissário aposentado da Polícia Civil que atuavam em Porto Alegre foram presos na manhã desta terça-feira, 21 de fevereiro, em uma ação contra crimes de lavagem de dinheiro, violação de sigilo funcional e organização criminosa. A operação, denominada Financiador, foi deflagrada em conjunto entre o Ministério Público e a Polícia Civil.

Segundo as investigações, os dois são suspeitos de financiarem quadrilhas que praticavam crimes de roubos de carga, receptação e estelionato. O financiamento era feito por meio de conta corrente de terceiros e empresas de fachada. Em contrapartida, os investigados recebiam parte dos lucros obtidos com os crimes.

A polícia já apurou a lavagem de R$ 1,1 milhão. “O delegado é investigado por emprestar valores para esses grupos, principalmente para o roubo de cargas”, afirma ao Portal G1 o chefe da Polícia Civil no Rio Grande do Sul, delegado Emerson Wendt.

Além da dupla presa, outras três pessoas são investigadas. As investigações iniciaram em novembro de 2016, após a prisão de um grupo que usava um supermercado para lavar dinheiro em Alvorada, na Região Metropolitana de Porto Alegre.

 

Artigos relacionados

Fechar
%d blogueiros gostam disto: