Clique aqui para acessar

Programa do Governo atenderá 400 famílias Kaingangs

 

Fonte: Ascom Emater

Representantes do Governo do Estado e da Emater/RS-Ascar reuniram-se nesta terça-feira, 14 de fevereiro, em Tenente Portela, para discutir com lideranças indígenas detalhes do Acordo de Cooperação Técnica para execução do Programa Fomento às Atividades Produtivas Rurais. O Programa é coordenado no país pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA) e Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário da Casa Civil da Presidência da República (Sead), e irá beneficiar, pelos próximos três anos no Rio Grande do Sul, 1.400 famílias de quilombolas, pescadores artesanais, agricultores familiares e indígenas. Na Terra Indígena do Guarita, que abrange os municípios de Tenente Portela, Redentora e Erval Seco, o Fomento irá atender diretamente 400 famílias Kaingang.

De acordo com a antropóloga da Emater/RS-Ascar, Mariana Soares, as 400 famílias Kaingang inicialmente não estavam contempladas no acordo. A inclusão dessas famílias, segundo ela, foi resultado da organização das lideranças da Terra Indígena do Guarita, que encaminharam a solicitação à Brasília. “Os indígenas bateram na porta e conquistaram um aditivo a um contrato que já estava posto e conseguiram incluir 400 famílias”, disse a antropóloga. Ainda de acordo com Mariana, a atuação do Governo do Estado também foi decisiva, na medida em que a Secretaria de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR) pautou a inclusão dos indígenas no Acordo de Cooperação Técnica firmado com o Ministério. “É um prazer muito grande sermos proponentes deste Programa, é mais um passo, talvez de muitos, que possamos ter pela frente”, disse o representante da SDR, Luiz Fleck.

Também teria pesado na decisão do Governo Federal o prestígio conquistado pela Emater/RS-Ascar no período de 2013 a 2015, quando a Instituição foi a única no país a executar em Terras Indígenas o Programa Fomento com “início, meio e fim”, beneficiando, no período, 855 famílias na Terra Indígena do Guarita.

Parcerias

Além de discutir o cronograma de execução do Fomento, o encontro em Tenente Portela serviu para consolidar parcerias. “Poderíamos fazer uma reunião a portas fechadas, mas não é esse o nosso objetivo. Queremos fazer uma agenda desde o começo, com todas as entidades que trabalham na Terra Indígena”, disse a supervisora da microrregião administrativa da Emater/RS-Ascar de Tenente Portela, Rejane Gollo Fornari.

“Acredito que a administração municipal pode e deve se inserir com algumas ações locais, pra fazer com que este resultado seja o melhor possível pra estas famílias”, disse o vice-prefeito de Tenente Portela e ex-extensionista da Emater/RS-Ascar, Valdir Machado Soares.

Também participaram da reunião em Tenente Portela a coordenadora regional do Fomento, extensionista da Emater/RS-Ascar, Isabel Robaert de Souza,o vice-prefeito de Redentora, Jaime Jung, o secretário do Índio e o de Agricultura de Redentora, Carlinhos Alfaiate e Iodai dos Santos, as secretárias de Assistência Social de Tenente Portela e Redentora, respectivamente, Luisa Barthe e Cristiane Pivetta, presidente da Cooperfamiliar, Valmor Machado Soares, e o vereador Lairton Mello, além de lideranças indígenas.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Emater/RS-Ascar – Regional de Ijuí
Jornalista Cleuza Noal Brutti

Fechar
%d blogueiros gostam disto: