Clique aqui para acessar

Inter joga mal e fica no empate em 1 a 1 com o Caxias no Beira-Rio

 

No Gauchão, o Inter não conhece vitória. Neste sábado à noite, em casa, empatou em 1 a 1 com o Caxias e só soma dois pontos em três rodadas, mesmo tendo jogado duas vezes no Beira-Rio.

Dos 11 que começaram o jogo contra o Fluminense, Zago só não repetiu Paulão neste sábado. Ernando foi a única mudança no time. O sistema com três volantes foi novamente testado. Do lado do Caxias, Luiz Carlos Winck mandou a campo os mesmos titulares que venceram o Grêmio.

Os 15 minutos iniciais foram de marcação forte e quase uma dezena de faltas, quase sempre cometidas por Marabá e Anselmo. Mas curiosamente foi o volante colorado a chutar a gol pela primeira vez, mas Marcelo Pitol espalmou. O lance seguinte de perigo foi aos 24, com D’Alessandro arriscando uma cobrança de falta, que o zagueiro Jean salvou.

Pouco depois, o Caxias assustou com um chute forte de Elyeser que Gilmar desviou e Danilo defendeu. Danilo defendeu também aos 31, em uma chance clara dos visitantes. Klaus errou um passe no meio do campo e Wagner recebeu na frente do goleiro, que saltou para a direita e agarrou a bola.

Antes do intervalo, Valdivia fez Pitol trabalhar em uma conclusão de fora da área, bem espalmada. No último lance do primeiro tempo, D’Alessandro e Wagner discutiram e trocaram empurrões. Ambos levaram cartão amarelo.

Para a segunda etapa, Zago repetiu uma substituição que havia feito na quarta-feira: tirou Anselmo e colocou Carlinhos, deslocando Uendel para o meio-campo. Com pouca forca ofensiva, Carlos foi chamado para a vaga de Valdivia. Já em sua primeira conclusão, quase fez de voleio, mas a bola passou ao lado da trave. Depois desse lance, o Caxias se encaixou melhor e passou a dominar as ações, ainda que não criasse oportunidades claras.

Então, quando o jogo se encaminhava para o 0 a 0, D’Alessandro decidiu. Uendel tramou com Roberson e cruzou para o capitão chutar de primeira, de direita, no contrapé de Pitol e fazer o gol.

Seijas, que aguardava na beira do campo, viu Charles cruzar a bola e encobrir o goleiro, acertando o travessão. Na volta, Carlos quase marcou. Daí veio a surpresa: o Caxias aproveitou uma falha da defesa pelo lado direito e após o cruzamento rasteiro, Reis empatou.

Fonte: Rádio Gaúcha

Artigos relacionados

Fechar
%d blogueiros gostam disto: