DestaquePolíciaSegurança Pública

Casos de latrocínio aumentam quase 15% em um ano no RS, aponta SSP

 

Cezar Schirmer apresentou os dados da criminalidade no RS no ano passado em comparação com 2015 / Foto: Reprodução do perfil oficial do secretário no Twitter

A Secretaria de Segurança Pública (SSP) do Rio Grande do Sul divulgou na manhã desta quinta-feira, 26 de janeiro, dados da criminalidade no estado em 2016. Os números foram apresentados na sede da SSP, em Porto Alegre, pelo secretário Cezar Schirmer.

Os casos de latrocínio, que é o roubo seguido de morte, tiveram um aumento de 14,7% no último ano em relação a 2015. Em 2016 foram 164 latrocínios, contra 143 no ano anterior.

Os roubos aumentaram 8,7%, passando de 80,6 mil em 2015 para 87,6 mil em 2016. Os homicídios também registraram aumento, entre janeiro e dezembro do último ano, 2.608 pessoas foram assassinadas no Estado, contra 2.431 no ano anterior.

Já os casos de furto e roubo de veículos caíram no estado. Em 2015, foram registrados 20.454 mil furtos e 18.162 roubos de veículos. No último ano, foram 19.542 furtos e 17.640 roubos, o que representa queda de 4,4% no primeiro tipo de crime e de 2,9% no segundo.

Confira a comparação de outros crimes ocorridos em 2015 e 2016: 

Crime

 

2015

 

2016

Acréscimo/Redução

AUMENTARAM

Homicídio doloso 2.431 2.608 7,28%
Roubo 80.606 87.633 8,71%
Latrocínio 143 164 14,68%
Delitos relacionados a armas e munições 7.616 7.709 1,22%

REDUZIRAM

Homicídio doloso de trânsito 25 19 24%
Furto 163.641 157.919 3,49%
Furto de veículo 20.454 19.542 4,45%
Roubo de veículo 18.162 17.640 2,87%
Extorsão 423 419 0,94%
Extorsão mediante sequestro 20 16 20%
Estelionato 18.257 16.197 11,28%
Delitos relativos à corrupção 451 437 3,10%
Entorpecentes (posse) 11.542 10.340 10,41%
Entorpecentes (tráfico) 9.133 8.764 4,04%

Indicadores de violência contra mulheres e meninas

Os índices referentes à violência contra a mulher, também apresentados hoje, mostraram redução nos números, ainda que pequena.

Conforme a SSP, de 2015 para 2016, as ameaças registraram maior queda: de 44.805 para 41.118, ou 8,2%. As lesões corporais reduziram de 24.536 para 22.595 de um ano para o outro, o que representa 7,9%.

Os casos de estupro tiveram uma redução menor, de apenas um crime. Em 2015 foram registrados 1.426, e em 2016 foram 1.425. Já os feminicídios, quando a mulher é morta, apontaram queda de 99 para 96 casos, ou seja, 3%.

 

Deixe uma resposta

Fechar
%d blogueiros gostam disto: