Jovem tem 80% do corpo queimado pelo companheiro no RS

 

Jovem teve 80% do corpo queimado / Foto: Reprodução Portal G1 RS - Foto: Divulgação Polícia Civil
Jovem teve 80% do corpo queimado / Foto: Reprodução Portal G1 RS – Foto: Divulgação Polícia Civil

Uma jovem de 18 anos teve 80% do corpo queimado pelo companheiro após recusar-se a manter relações sexuais com ele, de acordo com a Polícia Civil. O crime ocorreu na madrugada desse domingo, 22 de janeiro, na cidade de Vacaria, nos Campos de Cima da Serra do Rio Grande do Sul.

Conforme a Polícia Civil, o homem, de 28 anos, chegou à residência durante a madrugada após uma festa e quis manter relações sexuais com a companheira. Como ela teria se negado, ele jogou gasolina sobre o corpo dela e ateou fogo. Outras pessoas que também residiam na casa prestaram socorro à jovem e tentaram apagar as chamas levando-a para o chuveiro, porém, o fogo acabou se espalhou por outros cômodos da casa, a qual ficou parcialmente destruída.

A vítima foi levada ao hospital do município, onde está internada na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) em estado grave. O suspeito também sofreu queimaduras, porém, conseguiu fugir e ainda não foi encontrado. Segundo a polícia, ele é foragido do sistema penitenciário e possui antecedentes criminais por diversos roubos, furtos e tentativas de homicídio.

Violência doméstica também foi registrada em Tenente Portela

Em Tenente Portela, um caso de violência doméstica também foi registrado na madrugada desse domingo. Um homem de 56 anos espancou a sua esposa, de 29 anos, utilizando uma tábua de cortar carne. O fato ocorreu numa residência localizada às margens da ERS-330, na saída para Miraguaí.

A vítima foi encontrada no quarto, inconsciente, com sinais vitais, mas com lesões no rosto, na cabeça, no tórax e no abdômen. Em estado grave, ela foi socorrida e encaminhada para o Hospital Santo Antônio. Na tarde desta segunda-feira, dia 23, a mulher  foi transferida para a UTI do Hospital de Caridade de Três Passos.

O suspeito foi preso pela Brigada Militar e encaminhado para o presídio. De acordo com a Polícia Civil, ele estava afastado da residência por medidas protetivas expedidas pelo Poder Judiciário há uma semana, mas a vítima acabou autorizado o homem a pernoitar em casa, porém, em outro cômodo.

Leia também: 

Homem é preso em Tenente Portela por agredir e deixar mulher em estado grave

 

Artigos relacionados

Fechar
%d blogueiros gostam disto: