Clique aqui para acessar

Agricultura: Produção de melancia no Rio Grande do Sul está em fase de colheita

A maior parte da colheita se concentra nos meses de dezembro e janeiro - Foto: Divulgação Emater RS-Ascar
A maior parte da colheita se concentra nos meses de dezembro e janeiro – Foto: Divulgação Emater RS-Ascar

A produção de melancia no Rio Grande do Sul está em fase de colheita. Triunfo é o terceiro maior produtor da fruta, com uma área de 1,2 mil hectares e produtividade média de 35 toneladas por hectare, gerando uma produção total de cerca de 42 mil toneladas. Segundo o extensionistas da Emater, Guilherme Niemxeski, o plantio da melancia envolve 140 produtores rurais e 80% da produção já foi colhida no município.

Niemxeski explica que a maior parte da colheita se concentra nos meses de dezembro e janeiro e em torno de 60% da produção é comercializada na Ceasa. Os outros 40% são vendidos diretamente na propriedade, para comerciantes que levam o produto para o Litoral Norte e para fora do estado. Do total de produtores, 70 vendem diretamente na Ceasa.

As melancias das variedades Geórgia, Topgun, Crinston, Staibrite e Jubilee são as que melhor se adaptam ao clima local e têm maior aceitação do mercado consumidor, em virtude disso, são as mais plantadas. O sistema de cultivo mais utilizado é o convencional, em que a terra é preparada e recebe lavração e gradagens no período de maio a agosto. Antes de arar a terra, deve ser feita a calagem do solo para que se misture durante o processo de lavração. Com o terreno preparado se faz a sulcagem e os sulcos recebem o adubo. Depois de alguns dias as sementes ou mudas são colocadas na terra por plantio manual em covas, o que normalmente ocorre no início de setembro.

Ainda na região metropolitana, segundo levantamento da Emater, destacam-se os municípios de São Jerônimo e Arroio dos Ratos. No primeiro, a fruta é cultivada em 1.050 hectares e a produção total chega a 31.500 toneladas. Já em Arroio dos Ratos, são 450 hectares e a produtividade fica em torno de 22 a 25 toneladas por hectare.

Festa

Em Parobé a produção não é tão significativa como em Triunfo, São Jerônimo e Arroio dos Ratos, mas mantém-se a tradição de realizar a Feira da Melancia como forma de aproximar os agricultores dos consumidores e divulgar a produção local. A feira acontece até o dia 22 de janeiro na Rua Coberta, junto à Praça 1º de Maio. Quem for ao local pode comprar não só a fruta, assim como produtos derivados de melancia como tortas, doces, sorvetes, sucos e cucas. A feira acontece das 10h às 22h e conta ainda com shows e apresentações artísticas.

No município, 35 produtores se dedicam ao cultivo de melancia em 80 hectares. A produção deve chegar a um total de 1,2 mil tonelada, sendo que na feira, a expectativa dos participantes é vender cerca de 600 toneladas.

Texto: Carine Massierer/Ascom Emater RS-Ascar
Edição: Denise Camargo/Secom

Artigos relacionados

Fechar
%d blogueiros gostam disto: