Clique aqui para acessar

Inter perde para o Corinthians e pode ser rebaixado semana que vem

 

Foto: Reprodução site oficial do Internacional - Ricardo Duarte
Foto: Reprodução site oficial do Internacional – Ricardo Duarte

O Inter está com um pé na segunda divisão. Em mais um jogo que a reação não apareceu, o Colorado perdeu para o Corinthians por 1 a 0 na noite dessa segunda-feira, 21 de novembro, em confronto válido pela 36ª rodada do Brasileirão. Precisando vencer no Itaquerão, o time comandado por Lisca perdeu por 1 a 0 em um lance de pênalti duvidoso e viu o goleiro Danilo Fernandes ser o melhor em campo.

Ainda mais desesperado, o Inter, que segue com 39 pontos – a três pontos e sete gols de saldo atrás do Vitória – volta a campo no domingo, às 17h, quando recebe o Cruzeiro, no estádio Beira-Rio. Em seu campeonato particular, os colorados secam o Vitória, que joga no dia seguinte contra o Coritiba, em Curitiba.

A equipe gaúcha encara os mineiros na obrigação de vencer, de preferência fazendo saldo. Caso não ganhe e os baianos batam o Coritiba, o Inter entra em campo na última rodada já rebaixado para a segunda divisão de 2017.

Pressão corintiana no começo

Precisando do resultado, o Inter se viu em apuros logo que a bola rolou em São Paulo. O Corinthians partiu para cima desde o início e criou problemas para a defesa colorada. Não com grandes chances, mas com um volume de jogo enorme pela área colorada.

Susto para os colorados mesmo ocorreu aos 11. Em boa trama pelo ataque, a bola acabou sobrando para Fagner, que chutou forte, mas viu Danilo Fernandes ser herói com uma grande defesa. Na sequência, William ainda precisou correr para dar um balão e afastar de vez o perigo.

Por aí que o Inter acordou. A pressão do Timão arrefeceu e, timidamente, os comandados de Lisca foram indo para o ataque. E num lance quase fortuito, por centímetros o Inter não fez o crime, aos 18. Vitinho cruzou da ponta esquerda, a bola desviou em Fagner, gerou indecisão entre a zaga e o goleiro Vagner e não entrou por pouco. Vitinho teria outra boa chance aos 26, mas o que seria uma boa cobrança de falta ao lado da área, acabou com ele escorregando no momento do chute.

Os corintianos presentes na Arena soltaram um “uh” com força aos 32, quando Marlone começou a jogada aplicando uma janelinha em Rodrigo Dourado e mandou a bola para a ponta direita. Recebeu segundos depois já dentro da área e soltou a bomba, que, para a sorte do Inter, foi por cima do travessão de Danilo. Os donos da casa mantiveram uma enorme posse de bola até o fim do primeiro tempo, mas sem conseguir levar maior perigo à meta colorada.

Pênalti para o Corinthians!

O Inter até começou melhor o segundo tempo. Ao contrário da etapa anterior, o time colorado reteve a bola e adiantou a marcação, conseguindo trocar passes no campo ofensivo, mesmo que sem criar oportunidade. As coisas pareciam que iam melhorar, mas aí Romero caiu na área, em dividida com Ernando. O árbitro não teve dúvidas: pênalti para o Corinthians! Na cobrança, Danilo Fernandes acertou o canto, mas chegou meio segundo atrasado e Marlone correu para o abraço.

Imediatamente, Lisca alterou o time outra vez, mandando Nicol López e sacando Sasha, de atuação apagada. Mas o gol mexeu com o psicológico do Inter. Mesmo que Anderson tenha conseguido uma conclusão fraca, pouco depois, o time pouco rendeu e criou.

A situação quase piorou aos 25, com o Corinthians aproveitando o nervosismo colorado. Marlone recebeu no bico da área na ponta esquerda, cortou para a direita e chutou. Na trave! Em seguida, Danilo fez dois milagres na sequência. Primeiro aos 28 quando Fagner foi pifado e o goleiro saiu nos pés do adversário para tocar para escanteio. Segundos depois, ele mesmo afastou o levantamento que foi na cabeça de Balbuena, que mandou para o gol. Em um lance de puro reflexo, Danilo se esticou e evitou o segundo.

Valdívia ainda entrou na vaga de Aylon, mas pouco mudou. Nos melhores lances, Nico López tentou a conclusão, mas errou o alvo por pouco em duas oportunidades. O Corinthians, já no fim do jogo, só não ampliou porque Danilo brilhou de novo, defendendo os chutes de Léo Jabá e Marquinhos Gabriel, no rebote. Tentando a consagração final, o goleiro colorado ainda subiu duas vezes à área adversária para cobranças de falta, mas em ambas a bola não chegou para ele – ou a qualquer outro jogador do Inter – em condições de conclusão.

Brasileirão – 36ª rodada

Corinthians 1

Walter; Fagner, Vilson, Balbuena e Arana; Cristian, Camacho (Marciel), Uendel e Marquinhos Gabriel; Marlone (Léo Jabá) e Romero. Técnico: Oswaldo de Oliveira

Inter 0

Danilo Fernandes; William, Paulão, Ernando e Geferson; Anselmo, Rodrigo Dourado, Anderson e Eduardo Sasha (Nico López); Vitinho (Seijas) e Aylon (Valdívia). Técnico: Lisca

Gol: Marlone (9/2°)

Cartões amarelos: Marlone, Marciel; Ernando, Anselmo

Arbitragem: Rodolpho Toski Marques, auxiliado por Bruno Boschilia e Ivan Carlos Bohn.

 

Fonte: Correio do Povo

 

Artigos relacionados

Fechar
%d blogueiros gostam disto: