Clique aqui para acessar

Atingidos por temporal no Rio Grande do Sul recebem auxílio da Defesa Civil

 

02122136_31562_mdo
Em Alegre árvores obstruíram estradas vicinais / Foto: Divulgação Defesa Civil

O temporal da madrugada de hoje, 2 de novembro, causou danos em todo o Estado, causados principalmente dos fortes ventos e da queda de granizo registrada em alguns pontos. As regiões mais atingidas foram a Fronteira Oeste e Central, onde praticamente todos os municípios sofreram algum tipo de dano.

Municípios como Cacequi, Alegrete e Barra do Quaraí, que registraram destelhamentos, já estão recebendo o apoio da Defesa Civil na distribuição de lonas. Alegrete teve estradas vicinais obstruídas pela queda de árvores e técnicos estão no local para liberação da via.

Em Santa Maria, na Região Central do Estado, as rajadas de vento ultrapassaram os 100 km/h, segundo registro da Base Aérea de SM (BASM). No município, o destelhamento também foi registrado em pelo menos 100 residências de cinco bairros, e 13 famílias ainda abrigadas no parque da Fenarroz em decorrência dos últimos eventos meteorológicos foram mantidas fora de suas casas como medida de precaução. Há também prejuízo em lavouras de fumo em Dom Feliciano.

Já São Sepé e Espumoso teve os danos concentrados na área urbana, com casas destelhadas. No município de Cachoeira do Sul, 70 famílias foram atingidas, mas não há desabrigados. O Corpo de Bombeiros está trabalhando em conjunto com as equipes na desobstrução de ruas, pois há um grande número de árvores caídas em toda a cidade.

Em Pelotas, no sul do Estado, onde registra-se 83 mm de chuva acumulada, há pontos de alagamento em alguns bairros, e uma família precisou sair de casa. Até o momento, esta é a única ocorrência de desabrigados no RS em decorrência deste evento meteorológico. Em toda a Região Sul o vento foi forte durante toda a madrugada, mas municípios atingidos no fim de semana, como Santa Vitória do Palmar, São Lourenço e Rio Grande, os danos não foram significativos.

Aproximadamente 180 mil pessoas foram afetadas pelo desabastecimento de energia elétrica, das quais mais de 70 mil ainda sofrem com a falta de luz. Há bloqueios em rodovias federais na BR-116, km 178 em Nova Petrópolis, BR-290, km 215 em Pantano Grande e BR-290, km 572 em Alegrete.

Fechar
%d blogueiros gostam disto: