Clique aqui para acessar

Atentado contra academia de polícia deixa dezenas de mortos e feridos no Paquistão

Foto: Reprodução G1 - Naseer Ahmed - Reuters
Foto: Reprodução G1 – Naseer Ahmed – Reuters

Uma academia de polícia em Quetta, no Paquistão, foi alvo de um atentado terrorista na noite dessa segunda-feira, 24 de outubro, que segundo balanço inicial provocou a morte de pelo menos 60 pessoas. Em um comunicado divulgado pela revista do Estado Islâmico (EI), a Amaq, o grupo assumiu a autoria e disse que “três combatentes infiltrados atacaram a academia de polícia de Quetta”. As informações são da agência Ansa.

De acordo com o EI, houve um confronto de quatro horas entre os policiais e os terroristas, que usaram metralhadoras e bombas. “No fim, os três combatentes explodiram seus cinturões no meio dos policiais”, disse a Amaq, anunciando que 60 pessoas morreram e 120 ficaram feridas. No entanto, um outro grupo terrorista reivindicou a autoria do mesmo atentado.

O porta-voz do grupo, Ali bin Sufyan, divulgou um comunicado com a mesma fotografia da academia de polícia que tinha sido utilizada pelo Estado Islâmico. Ele disse que os três terroristas eram paquistaneses de origem tribais.

Este grupo terrorista, de vertente sunita e profundamente anti-xiita, permaneceu por muito tempo com influência da Al-Qaeda e é ativo nas províncias do Baluschistão, Sind e Punjab.

Fonte: G1

Artigos relacionados

Fechar
%d blogueiros gostam disto: