Clique aqui para acessar

Daer usará tecnologia a laser para mapear rodovias estaduais do RS

 

Foto: Reprodução site do Daer/RS
Foto: Reprodução site do Daer/RS

Uma das tecnologias mais avançadas para o levantamento de estudos de engenharia está prestes a ser adotada pelo Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) para realizar o mapeamento móvel a laser das rodovias estaduais do Rio Grande do Sul. O objetivo é criar um amplo e mais preciso banco de dados.

Conforme o Daer, o trabalho será realizado com a utilização de veículos equipados com câmeras capazes de captar imagens em 360 graus e sensores que fazem o escaneamento de superfícies por meio de sensores a laser. A tecnologia, conhecida como Mobile Mapping System (MMS), percorrerá cerca de 6,8 mil quilômetros de rodovias pavimentadas e registrará todas as características dos trechos, como extensão, largura da pista de rolamento e dos acostamentos, placas de sinalização, pórticos, interseções, viadutos, pontes e passarelas.

Segundo o diretor-geral do órgão, Rogério Uberti, “isso tornará o Sistema Rodoviário Estadual (SER) altamente preciso, fazendo com que tenhamos exatidão para determinar distâncias e monitorar as condições dos trechos de rodovias.”

De acordo com o Daer, um dos serviços beneficiados pela criação do banco de dados é o controle das autorizações especiais de transporte (AETs). O mapeamento das estradas possibilitará que os técnicos do departamento apurem a distância exata percorrida pelos veículos de carga que obtêm a permissão para trafegar em um trecho predeterminado. “Temos, assim, uma ferramenta que nos dá alta confiabilidade para calcular e aplicar uma tarifação justa”, completa.

Faixa de domínio

O controle sobre a ocupação da faixa de domínio (área determinada legalmente como de uso rodoviário) será um dos processos que passarão por melhorias a partir da utilização do mapeamento georreferenciado. Com o escaneamento e o registro das rodovias pavimentadas, o Daer poderá regularizar a cobrança pelo uso desses espaços, identificando ocupações não autorizadas ou que estão com o pagamento pendente.

Conforme a autarquia, a meta é realizar um levantamento de todos os estabelecimentos comerciais e placas de propaganda instalados às margens das rodovias, em áreas sob jurisdição do órgão estadual.

O processo ainda está em fase de licitação.

Clique aqui

Artigos relacionados

Fechar
%d blogueiros gostam disto: